FANDOM


M-A's Village
Sem imagem
M-A's Village

Localização

Wikaner

Estreia

" Flashbox "

M-A's Village é uma antiga comunidade fundada pelo grupo terrorista chamado de Os M-A's há pelo menos seis anos desde a linha cronológica de Rehoen Go!, cujos membros eram jovens de quinze há vinte e dois anos, e foi erguida via desmatamento e uso dos troncos para construção das casas, edifícios importantes e outras estruturas básicas para o desenvolvimento do vilarejo. Atualmente não existe mais, uma vez que foi demolido pela prefeitura de Wikaner para construção de um novo bairro da cidade há dois anos, e nele os moradores passaram, por obra de Rafael Dlamant, a morar em um prédio chamado de M-A's Society (homenagem aos tempos passados).

Política Edit

O M-A's Village era uma vila feita inteiramente para os membros do grupo Os M-A's, ou seja, somente M-A's podiam ter casas lá feitas com o que conseguir, com a ajuda de outros ou não, e qualquer outro que tentasse morar lá era expulso. Sendo propriedade dos M-A's, a política do grupo era a lei da vila, tornando Gustavo Ferreira, Rafael Dlamant e Lucas Ricotta como os verdadeiros governantes daquele lugar. Como na época o espaço era desvinculado com Wikaner, o M-A's Village seguia suas próprias leis sem seguir as estipuladas aos municípios, e todo o poder jurídico, legislativo e executivo caiam para seus líderes. Uma de suas diretrizes era o sistema de advertências, dados para moradores com uma irregularidade em suas ações ou feitos, e com três o mesmo era expulso tanto da vila, quanto do grupo, que era quase a mesma coisa. Haviam também outros cargos para moradores dedicados, ligados a construção de edifícios e estudo da área para ampliamento.

  • Os M-A's Superiores: eram os líderes dos M-A's, e tinham o poder supremo sobre as terras. Eram eles: Gustavo Ferreira, Marlon Rodriguez, Jonathan Cornérios (à princípio), Lucas Ricotta e Rafael Dlamant (o último líder do grupo).
  • Superintendência: eram quem, que não estavam no comando do grupo, tinha o poder de nomear cargos a outros moradores e ordenar construções sob seu nome. Tinham prestígio, mas eram dominados pela autorização suprema de seus superiores, os líderes dos M-A's. Eram eles: Anderson Eduardo Citto, Megan Petternary, Jurandir Peixoto (representando Sabará), Greg Tenyleges e Adam L. Nyelive.
  • Encarregados: eram pessoas que foram elevadas por algum líder ou membro da superintendência para serem mestres de obras, engenheiros e ao mesmo tempo, lidar com a harmonia entre os moradores. Era um cargo importante, mas o único membro que o levou a sério foi Solanna Ridder, sendo que os outros os tinham, mas não atuavam de maneira efetiva. Aos poucos, este cargo deixou de existir.

Cultura Edit

Clima Edit

Relevo Edit

Hidrologia Edit

Arquitetura Edit

Equipagem Edit

Reconhecimento Edit

Rehoen Go! Edit

1ª temporada Edit

Curiosidades Edit

  • O termo "M-A" neste caso e no caso do grupo Os M-A's, foi criado empregado pelo líder Gustavo Ferreira em seus tempos de domínio, antes do comando de Rafael Dlamant, o qual fazia da sigla "M-A" o significado "Morre Arthur", e neste caso, a vila se chama "A Vila dos Morre-Arthur".
  • Seu sistema de administração foi o mesmo que o do M-A's Society, porém, em estilo mais precário.

Ver Também Edit